Homenagem

nicNic querida,
Um ano passou rápido, só agora acho que consigo escrever sobre você, que foi nosso primeiro corgi. Não me lembro exatamente o dia em que você chegou, mas foi também no final de setembro, mesma época em que você nos deixou no ano passado.
Desde o primeiro dia, nos conquistou com seu jeitinho dengoso, meio individual, porém carinhoso. Foi diferente ter um cão que não fosse um golden retriever em casa. Coube a você a função de nos mostrar como seria essa “nova raça”, com “nova personalidade”, como seria viver com um corgi. Sua especialidade e unicidade foram infalíveis: nós apaixonamos e, a partir de você, iniciou-se uma nova fase de nossas vidas.
Ainda filhotinha, você pintou e bordou com a Muffin, que acabou por passar seu tamanho muito rápido. Você esteve lá em todas as decepções e conquistas do começo da nossa criação.
Tricolor e com sua “carinha de vira-lata”, era a preferida do vovô Jorge. Sabia como conquistar a todos, “escalava” a mamãe, distribuía abraços e beijos, era disputada entre as casas da mamãe e da vovó. Fazia questão de ter seu espaço, se impunha por ele, mas ao mesmo tempo era doçura extrema.
Nunca quis ser mãe, apesar das incontáveis tentativas, praticamente viramos você do avesso, nunca nos deu um herdeiro. Tudo bem, você era única, não nasceria um filhote como você mesmo!
Você estava vivendo uma fase tão feliz, ficando dentro de casa direto, dormindo na cama e acordando a mamãe todos os dias… Por que foi acontecer isso? Fato é que você nos deixou e não há nada que eu possa fazer agora, a não ser aceitar e transformar esse turbilhão dentro de mim em energia criativa e criadora, para honrá-la, honrar o presente que foi sua passagem por nossas vidas.
Eu te amo muito, pra sempre e todos os dias. Não entendi porque você “desistiu”, mas sei que você está bem, que sua alma está em paz. Fique aí do outro lado do arco-íris com o Butch, o Radan e o vovô Jorge me esperando, vá recebendo todo mundo e preparando a festa no céu para quando eu chegar. Eu tenho certeza de que vamos nos encontrar de novo, my golden angel. Fique com Deus.